12/12/2019 13:52


Mercado de imóveis novos mantém bom desempenho em outubro

Mesmo com resultados moderados no mês, os dados referentes ao acumulado do ano são positivos

Comercialização de Imóveis Novos – Cidade de São Paulo
A Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), apurou em outubro a comercialização de 3.467 unidades residenciais novas. O resultado foi 14,5% inferior ao total comercializado em setembro (4.055 unidades), mas superou em 23,2% as vendas de outubro de 2018 (2.815 unidades).

No acumulado de 12 meses (novembro de 2018 a outubro de 2019), as 43.003 unidades comercializadas representaram um aumento de 44,7% em relação ao período anterior (novembro de 2017 a outubro 2018), quando 29.720 unidades foram negociadas.


VGV (Valor Global de Vendas) – Cidade de São Paulo O VGV (Valor Global de Vendas) atingiu R$ 1,96 bilhão, 25,7% abaixo do registrado no mês de setembro (R$ 2,6 bilhões) e 22,3% acima do percebido em outubro do ano passado (R$ 1,60 bilhão) – valores atualizados pelo INCC-DI (Índice Nacional de Custo da Construção) de outubro de 2019. VSO (Vendas Sobre Oferta) – Cidade de São Paulo O indicador VSO (Vendas Sobre Oferta), que apura a porcentagem de vendas em relação ao total de unidades ofertadas, foi de 11,7% em outubro, abaixo dos 13,7% do mês de setembro e inferior aos 13,3% registrados em outubro de 2018. O VSO de 12 meses (novembro de 2018 a outubro de 2019) ficou em 61,5%, resultado acima dos 61,2% do período imediatamente anterior (outubro de 2018 a setembro de 2019) e aos 56,7% do acumulado de novembro de 2017 a outubro de 2018. Lançamentos – Cidade de São Paulo De acordo com dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), a cidade de São Paulo registrou, em outubro, o lançamento de 4.435 unidades residenciais, volume 10,2% acima do apurado no mês de setembro (4.026 unidades) e 16,3% abaixo do total de outubro do ano passado (5.300 unidades).

Oferta de imóveis novos – Cidade de São Paulo A capital paulista encerrou o mês de outubro com a oferta de 26.240 unidades disponíveis para venda. A quantidade de imóveis ofertados cresceu 2,6% em relação a setembro (25.563 unidades) e 43,4% em comparação a outubro de 2018 (18.293 unidades). Esta oferta é composta por imóveis na planta, em construção e prontos (estoque), lançados nos últimos 36 meses (novembro de 2016 a outubro de 2019). A metodologia da pesquisa, adotada desde 2004, filtra os empreendimentos com mais de 36 meses, porque, após esse período, a dinâmica de comercialização é diferente, com muitos imóveis prontos e ocupados. Apesar desse filtro, a comercialização dos empreendimentos continua sendo acompanhada. Ampliando o período analisado para 48 meses (novembro de 2015 a outubro de 2019), a oferta de imóveis não vendidos sobe para 27.785 unidades, volume 5,9% superior à oferta de 36 meses. Concentração da oferta dos imóveis novos na cidade de São Paulo. No mapa de densidade podemos analisar a concentração e a dispersão dos lançamentos nos últimos três anos que ainda tem unidades disponíveis. Sendo assim as áreas de maior concentração de estoque disponível à venda estão representadas pelas cores mais escuras, e as áreas com menor concentração de estoque 
Fonte: Secovi SP (2019)

Gostou? Compartilhe :)


Deixe um comentário:

Receba novidades por email